segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Canarinho amarelo



Voando baixo bem devagar
veio em minha direção
com cuidado abaixe-me
e peguei-o na mão
Um pouco se debateu
lindo canarinho amarelo
em minhas mãos escondeu
dei-lhe agua e comida
Canarinho amarelo cante
não fique quieto assim
vou cuidar bem de voce
quero que cante pra mim
Quero ouvir o seu canto
vou esperar e ouvir inteiro
nem que for so um pouquinho
tudo bem,voce é meu passarinho...

(Um dia estava no meu quintal,em minha casa antiga quando aconteceu esse fato,depois disso escrevi esse pequeno poema...e lá se foram 18 anos atrás,,,)

Um comentário:

Deolinda Gandra disse...

oi lurdinha tudo bem? você sabe mesmo tocar no coração da gente quando escreve, tem talento. beijo um bom fim de semana